Número de cadastros em programas de fidelidade ultrapassa os 115 milhões no primeiro tri

01 de Agosto de 2018

Dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF) apontam que o número de cadastros nos programas de fidelidade de seis de suas associadas (Dotz, Grupo LTM, Multiplus, Netpoints, Smiles e TudoAzul) chegou aos 115,3 milhões no fim do primeiro trimestre deste ano. Apenas nesse período, o setor ganhou 3,1 milhões de novas inscrições, o que representa um crescimento de 18,9% no comparativo o mesmo trimestre de 2017 (1T17).

Ao todo, entre janeiro e março, foram emitidos 69,5 bilhões de pontos/milhas, tendo sido resgatados 59,8 bilhões. Em relação ao 1T17, o crescimento foi de 21,3% na emissão e 21,5% nos resgates. A conversão dos pontos (relação entre a quantidade acumulada e a resgatada) foi a maior desde abril de 2016, com 86% dos pontos/milhas resgatados.

A preferência dos participantes no momento do resgate continua sendo os bilhetes aéreos, representando 74,4% dos pontos/milhas utilizados no período. Os outros 25,6% foram usados na aquisição de produtos. Já em relação ao acúmulo de pontos/milhas, o cenário é bem diferente. Apenas 10,7% são originados na compra de passagens e os 89,3% restantes vêm dos setores de varejo, serviços e bancos, principalmente dos cartões de crédito.

Na avaliação do presidente da ABEMF, Roberto Chade, o início de 2018 foi positivo, com destaque também para o faturamento das empresas, que cresceu 11,2% no 1T18 frente ao 1T17, chegando a R$ 1,63 bilhão.

“Em momentos de baixo crescimento econômico e alguma instabilidade, como a que estamos enfrentando no Brasil, os programas de fidelidade são um importante aliado do consumidor, pois de fato aumentam seu poder de compra. E as empresas também ganham ao investir em fidelidade, uma vez que passam a conhecer melhor o perfil dos seus clientes e, dessa forma, conseguem oferecer ofertas relevantes e personalizadas, sendo mais eficazes em suas comunicações, além de usarem as alavancas de fidelidade para influenciar o comportamento dos consumidores, gerando mais fluxo e vendas. Essas iniciativas refletem de forma positiva nos resultados, como mostram os indicadores da associação”, afirma Chade.

Destinos mais resgatados

O ranking de destinos nacionais mais procurados pelos participantes de programas de fidelidade continua com São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília nas três primeiras posições. Entre as viagens internacionais, Orlando, Miami e Santiago são as preferidas. A novidade fica com Roma, em oitavo lugar, que não apareceu na lista do trimestre anterior.

Veja o ranking completo:




Sobre a ABEMF

A Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF) nasceu em 2014 com o objetivo de debater questões institucionais e regulatórias do setor, representar os interesses de empresas e profissionais, além de fomentar ações para o fortalecimento e aperfeiçoamento contínuo do mercado brasileiro de fidelização.

Fazem parte da entidade oito das maiores companhias do segmento no país: Dotz, Grupo LTM, MasterCard, Multiplus, Netpoints, Smiles, TudoAzul e Visa. Entre as atividades desenvolvidas pela ABEMF estão a divulgação de dados do setor, obtidos por meio de estudos e pesquisas, e a busca por incentivos que beneficiem o mercado e seus associados.

Copyright © 2015 Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização - ABEMF. Todos os direitos reservados.